Poema curto I

porKeeperCookie

Poema curto I

Um pequeno infinito,
da sensibilidade como vício.
O sentido microscópico eleva saberes.
As palavras pensam,
e o ar que resta expelido é.
O que respira horizonte,
peles, arrepios e poros transbordam.
A nobreza do sublime sacrifício
inspiração particular,
e a palavra renasce
as entrelinhas da expansão.

Sobre o Autor

KeeperCookie administrator

Deixe uma resposta