É o começo, é o fim…

porKeeperCookie Posted jan 14, 2011

É o começo, é o fim…

É o começo do fim…

O quebra-gelos quebra e os pedaços perdem-se, uns dos outros.

O mosaico da paisagem é transformado em quebra-cabeças que confunde. Pensadores compartilham inusitadas dúvidas. A alquimia está feita. A neve derrete e a natureza sofre sua metamorfose.

É o começo do fim…

porKeeperCookie Posted jan 13, 2011

Tarde de chuva

Na janela

embaçada

desenho o teu

perfil.

O rosto se desmancha e

ficam

as marcas

do tempo que

castiga.

Chuva,

vento,

a janela

bate,

o vidro

quebra.

No chão

um caco do sorriso

que restou…

porKeeperCookie Posted set 4, 2009

Onde perdemos a nossa verdadeira identificação com as coisas do nosso estado e do nosso país?

Não sei quando, não sei onde, não sei como. Não sei, mas perdemos um pouco o nosso orgulho pelas coisas da nossa terra.  É a globalização?  São as multinacionais que adotam nossa terra e em seguida tomam conta dela? Será que é a internet que nos leva a ter contato com tudo e com todos e esta massificação é que faz com que nos desliguemos dos nossos verdadeiros costumes?

Esta é uma questão que vou pesquisar e tentar encontrar respostas entre uma chimarrão e outro, entre um churrasco e outro, entre uma bombacha e outra, montado no pingo, (cavalo) ou não, frequentando os  CTG’s, festejando a Semana Farroupilha, ou simplesmente, TCHE, falando com este nosso sotaque muito peculiar.

Por hora vou anexar o hino que muitos gaúchos ainda conhecem para que percebam a sensibilidade do poeta Francisco Pinto da Fontoura.

HINO DO RIO GRANDE DO SUL

Como a aurora precursora
Do farol da divindade
Foi o 20 de Setembro
O precursor da liberdade

Mostremos valor constância
Nesta ímpia e injusta guerra
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda Terra

De modelo a toda Terra
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda Terra

Mas não basta pra ser livre
Ser forte, aguerrido e bravo
Povo que não tem virtude
Acaba por ser escravo

Mostremos valor constância
Nesta ímpia e injusta guerra
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda Terra

De modelo a toda Terra
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda Terra.

porKeeperCookie Posted ago 26, 2009

Não a obrigatoriedade

A fila era grande, meio desorganizada, alguns em grupinhos conversavam, outros, concentrados no aguardo e a porta não se abria. Contei os guris, eram uns trinta esperando a seleção começar. Não conhecia ninguém. Todos da minha cidade e eu não conhecia ninguém. Será que eles estão ali porque querem ou por um dever, uma obrigação?

Observei-os: Uns praticamente homens feitos, outros ainda parecendo umas crianças, mas todos com 18anos completos. E será que sabiam o que queriam ali, naquela fila, a espera da seleção? Perguntei. Uns respondendo que queriam ser dispensados para continuar os estudos, não perder o emprego, outros dizendo tratar-se de uma valiosa oportunidade de emprego, crescimento e futuro, mas todos protestando contra a obrigatoriedade do serviço militar.

Século XXI, jovens com 18 anos em todo Brasil obrigados a se alistar e tendo o seu destino traçado por alguém que foi destinado da mesma maneira?

“É a treva” como dizem certas pirralhas globais.

Penso que está na hora de acabar com estas imposições, pois tudo o que é obrigatório não tem legitimidade e se fosse tão bom como muitos dizem, não seria, redundando, obrigatório.

Só falta eu descobrir agora que o voto é obrigatório, que ter CPF é obrigatório,  Carteira de Identidade, de motorista  é obrigatório,  que …

Socorro!!! É a treva o fim!!!

porKeeperCookie Posted ago 24, 2009

Cuidar da alimentação é importantíssimo para manter o corpo e mente sadios.

Estamos todos gordos um pouco acima do peso. Ok, quase todos. Tem gente que exagera, não consegue alimentar-se só do necessário. Não conseguem gastar mais calorias do que ingerem. E fazem academia. E fazem caminhadas. E fazem pesquisas na internet sobre dietas milagrosas para emagrecere prometem a si mesmos seguir rigorosamente para alcançar o peso ideal, mas sucumbem na primeira tentação e se entregam a um dos maiores pecados, o da gula.

Mas como resistir? Como comer alface, brócolis, brotos de alfafa, cenoura ralada? Como fazer uma refeição balanceada se o que nos chama atenção é a lazanha, a pizza, as massas com aqueles molhos deliciosos, o churrasco (uma picanha ou uma costela gorda), os lanches com maionese e bacon e calabresa e queijo, pastéis fritos e brigadeiros e papos de anjo e sobremesas de todos os tipos e chocolates e isto e aquilo?

Só neste mês de agosto tivemos três aniversários lá no trabalho regados a cachaça, cerveja tortas, salgadinhos e refrigerantes. Como resistir?

Já coloquei aqui no blogue a receita de um sanduíche que adotei para o meu dia a dia, mas penso que a receita certa é o equilíbrio, comer de tudo sem exagerar, sem esquecer das frutas, da água, de alimentar-se mais seguidamente e de sempre olhar naquele espelho de corpo inteiro que alguns tem em casa e outros podem aproveitar o das lojas, para que vejamos em que nos transformamos, se o que vemos é o que somos, se o que vemos é o que queremos ser.

Não devemos idealizar um corpo, nem aceitar as imposições/sugestões da mídia e da publicidade e das indústrias, devemos aceitar o nosso biotipo, adequar-nos ao nosso verdadeiro peso e com isto melhoraremos consideravelmente nossa saúde e não será necessário implantar um “chip” para regular o funcionamento do nosso corpo mente e alma.

Claro que depois de tudo isto, de abstermos-nos de algumas tentações e, dentro do equilíbrio que falei no parágrafo acima, poderemos até comer aquele “Ferrero rocher” que tanto gostamos.

Com licença que vou ali comer o meu…

porKeeperCookie Posted out 8, 2007

Políticos : Ame-os ou eleja-os

Porque elegemos governantes que nos enganam ano após ano?

Porque lhes damos procuração para tomar decisões em nosso nome que só nos prejudicam? Seremos nós masoquistas ou será que somos humoristas e divertimo-nos com as próprias piadas que contamos?
Vem eleição, vai eleição e as promessas de saneamento e enxugamento da máquina estatal são feitas aos quatro ventos para todos os eleitores ouvirem.

porKeeperCookie Posted out 7, 2007

Estrelas

Vejo que o céu está estrelado, mas para onde vão estas estrelas?

Seria o infinito um lugar onde poderiam se esconder?

porKeeperCookie Posted out 4, 2007

O homem moderno

O Ibope acaba de divulgar pesquisa onde identificou que os homens brasileiros estão mais caseiros.

Reza a lenda que homem para ser homem precisa “ser homem”

Este mito aos poucos está caindo pois no círculo que convivo a maioria já tem o perfil identificado pelo Ibope

Lavar/secar louça, passar, lavar roupa, limpar, trocar fraldas? O que é que tem?

porKeeperCookie Posted out 1, 2007

Os novos idosos

Quando tinha 10/12 anos olhava para uma pessoa de 40 e a achava velha. Ia ano, passava ano e olhando para esta mesma pessoa via que a fisionomia dela não mudava, mas a minha ia se modificando.

Hoje, já na idade daquelas que via como velhas, constato que muitas coisas alteraram-se.

O tempo passa, vamos amadurecendo e apreendendo que a idade cronológica é a que menos importa. Quantos jovens de 20 anos tem idade mental inferior ou bem superior e não tem a vitalidade que os damelhor idade tem.